Dicas ESCOLHENDO AS CORES DA DECORAÇÃO NA PRÁTICA

Todo mundo aí já sabe da velha história do Círculo Cromático, o que são as cores contrastantes(ou complementares) e as harmônicas, certo? Mas quem aí ainda tem dúvidas sobre como isso pode ajudar a escolher as cores da decoração de sua casa? Então vamos mostrar exemplos práticos e dar dicas para você não ficar perdido(a). Vamos começar com a seguinte dúvida, bem comum:

COMO USAR CORES CONTRASTANTES SEM FICAR “CHOCANTE”?

Juntar cores  complementares, como o amarelo e o violeta, por exemplo, enfatiza as duas cores, tornando-as muito “chamativas”, vamos dizer assim. Muita gente tem medo de usar porque pensa que vai ficar sempre assim:

homestheticscofmo4_1280-633x844

(foto:homesthetics)

Neste ambiente o violeta e o amarelo estão bem vivos e usados em grande quantidade junto com branco e preto que também criam um grande contraste entre si. O conjunto fica exagerado e sem harmonia, não é?

Se você decorar um ambiente usando as 2 cores bem fortes e em grande quantidade para o tamanho do ambiente, vai fazer um belo de um carnaval. Então, como evitar isso?

DICA 1 – Não crie um “bloco” grande de complementares em volta do mar de neutros!

Quer dizer: Misture as cores neutras e complementares pelo ambiente e diminua a presença delas (as complementares).

homestheticscofmo4_1280-633x844A

Olha como só tirar o lilás da mesa já parece que o ambiente ficou mais leve .

DICA 2: Amenize uma das duas cores complementares

Veja mesma foto o efeito que dá usar um amarelo menos “CHEGUEI”:

homestheticscofmo4_1280-633x844c

O contraste continua existindo mas é amenizado porque uma das cores está mais fraca. E o ambiente cada vez tem mais leveza e harmonia

 

DICA 3: Amenize outros contrastes existentes

O contraste do violeta com o amarelo já é bem forte. Então para que usar o contraste do preto com o branco tbém ? Use branco e cinza e veja a diferença:

homestheticscofmo4_1280-633x844D

Agora compare:

compara

Tudo fica mais leve, o olhar “respira” porque não há contrastes fortes por todo o lado e o ambiente fica mais harmônico. A gente precisa dar um “refresco” para os olhos. (Muita gente deve achar as 2 “versões” bem feias mesmo, mas abstraia e somente compare a questão das cores, ok ? kkkk)

Agora veja alguns ambientes que usam estas cores complementares e algumas das dicas que falei acima:

mypeartreehouse house home rug

(foto:mypeartreehouse)

Aqui são usadas as 3 dicas que falei acima: O ambiente pequeno tem somente a mesa em amarelo vivo, o violeta aparece somente em 2 almofadas e bem escurecido e o cinza e branco tem pouco contraste entre si

lojaskd misture-cores-decoracao-claudia-06

(foto:lojaskd )

Um ambiente com muitos toques clássicos, violeta super amenizado tanto que está em grande quantidade (virou um lilás praticamente) e o amarelo mais forte para não ficar tudo “mortinho”, né ?  O sofá cinza clarinho ficou perfeito para não sobrecarregar de violeta/lilás e combinar com a parede.

hometeka content_cinza

(foto:hometeka)

Aqui o amarelo forte junto com praticamente um cinza, mas veja que ele tende para o roxo (vc percebe bem a cor no gaveteiro). Esta é outra dica: O melhor cinza para combinar com amarelo é o que tende um pouco para violeta, roxo ou lilás.

casadaideia blueprint_rect540

(foto:casadaideia)

E olha este com as cores bastante atenuadas! Fica quase uma paleta pastel, o contraste muito leve, mas ainda assim, as cores continuam se enfatizando mutuamente

Usei o amarelo e violeta mas você pode pensar em todas as duplas complementares da mesma forma: verde/vermelho, azul/laranja, enfim, todas as que estão em posição contrária no círculo cromático, ok? Veja abaixo:

 

rosaencantoblogcirculo_cromatico

(foto:rosaencantoblog)

E este exemplo com verde atenuado e vermelho:

arquidicas sala-cores

(foto:arquidicas )

Pode ser forte, mas não é chocante, porque o verde escolhido não “grita” como o vermelho

Espero que alguém aí tenha diminuído o medo de ousar nas misturas complementares que são ótimas para dar vida aos ambientes.

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...