Guirlanda de Natal – Descubra sua origem e significado:

Olá amores, tudo bem com vocês?

O Natal já está se aproximando, por isso os shoppings e lojas dão início às vendas de vários enfeites que nos dão vontade de comprar, correr para casa e começar a decoração. Sem contar que as escolas, bancos, comércios e toda a cidade ficam repletos de adornos, não é mesmo?

Estamos acostumadas com as árvores e o pisca-pisca, mas você conhece a guirlanda de Natal? Conheça aqui o seu significado:

Esse é um enfeite de Natal bastante tradicional e usado há muitos anos. Principalmente, quando as religiões pagãs eram fortes e era uma forma de agradar os deuses. Quer entender mais sobre a importância desse adorno? Então, conheça agora a origem da guirlanda de Natal!

A história da guirlanda de Natal

Um círculo de galhos secos entrelaçados com folhas e flores que a embelezam, isso é uma guirlanda. Um dos enfeites de Natal mais conhecidos e que antecede o nascimento de Jesus Cristo. Afinal, esse era um dos adornos mais presentes em rituais pagãos realizados no solstício de inverno no hemisfério Norte.A guirlanda de Natal era muito importante, pois eram colocadas nas portas das casas para dar “boas-vindas” aos deuses. Assim, eram considerados sagrados, e por isso eram feitos com ramos de pinheiros, azevinhos, heras ou de outras árvores e plantas consideradas poderosas.Quando o cristianismo entrou em cena, esse hábito foi esquecido. Depois do nascimento de Jesus, demorou um pouco para que as guirlandas começassem a fazer parte da celebração do Natal. Porém, na Idade Média as guirlandas de Natal foram usadas por muito tempo. Naquela época, as pessoas as deixavam durante todo o ano nas portas das casas. Isso porque acreditava que elas podiam protegê-los contra a má-sorte e os demônios.

E você, já sabia sobre as guirlandas?

Quer mais posts de curiosidades? Deixe aqui nos comentários.

Beijinhos e até o próximo post.

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...