Que 2018 brilhe feito sol que ilumina um tempo mais humano e mais feliz!

O ano de 2018 se aproxima. Na numerologia, ele se resume ao número dois.

Muita gente afirma que será um ano mais tenso, mas eu acho que a vida pode ser melhor se não enfiarmos goela abaixo a sensação de derrota e vazio por algo que ainda nem aconteceu, se nos dermos mais as mãos e não empurrarmos nossa felicidade para um abismo.Precisamos aprender a afastar de dentro de nós o pessimismo, a tristeza, a rejeição que muitas vezes causa buracos imensos na alma. O que foi feito em 2017, mais uma vez foi aprendizado de vida e o que faltou ou não se conseguiu alcançar, pode ser um novo desafio para a nova etapa que chega. A violência urbana, a falta de paciência, a falta de respeito com o próximo sempre existiu.Por isso não podemos achar que 2018 será um ano mais dramático, mais tenso ou mais desumano. Podemos mudar essa estatística. Sorrisos, abraços, altruísmo fazem parte de muita gente disposta a auxiliar o próximo. Isso muda muita coisa, transforma, melhora a vibração do planeta.Vivemos, muitas vezes, dentro de uma guerra silenciosa, muitas vezes somos abatidos dentro de nós mesmos, recusando-nos a tentar nos reerguer com dignidade e afeto.

É preciso mais calma na alma, é preciso um respirar mais profundo e um entendimento maior de si mesmo.

Vale lembrar que a mudança ocorre dentro de nós mesmos, vale lembrar que fora da caixa tudo pode acontecer.  Coisas boas, extraordinárias, surpreendentes, assim como os imprevistos que trazem à tona a nossa sensação de discernimento e aprendizado para solucionar os problemas que se fazem necessário para qualquer crescimento.Energias se cruzam o tempo todo. A batalha só acontece quando pessoas estão dispostas a se provocar, estão dispostas a se ofenderem, a destruírem ou prejudicar o semelhante com o apelo de maldade na alma.Não se iguale não se compare, um novo ciclo iniciará em breve e é melhor deixar pra trás o que já foi o que fizeram, e fazer uma reforma intima no coração. Pensar positivo idealizar novos sonhos, esquecer as pessoas que só atrapalharam o próprio desenvolvimento humano, ainda é a melhor saída pra quem procura um caminho de mais alegria e elucidação do tempo, da vida, dos sentimentos.

Pode ser 2018, mas se viermos carregados com os mesmos vícios, com os mesmos sentimentos de derrota desânimo, mágoa, nada fluirá. Escolha o desapego. Pule sete ondas, coma lentilha, faça suas oferendas à iemanjá, mas mentalize que você só abrirá seu caminho se mudar dentro de você.É preciso acreditar; mais uma vez acreditar e dispersar tudo aquilo que é negativo.
Agradecer por estar vivo e ter a chance de descobrir-se ainda é meta de vida, é sonho, é a maneira de buscar novamente aquilo que não se conseguiu e agradecer por cada conquista, por cada decisão que influenciou a sensação de melhora interna.Jogar fora, entregar ao universo e cultivar boas atitudes. Quanto mais espalharmos sentimentos de fé e esperança em Deus mais multiplicaremos, mais tornaremos a nossa vida melhor e de quem nos rodeia.Se for pra ser 2018, que seja mais uma vez com gratidão, esperança, e fortalecimento. Que seja com amor, cumplicidade, amizade, união.

Todos os dias há a mão de Deus nos impulsionando. Que 2018 brilhe feito sol que ilumina um tempo mais humano e mais feliz!

1 comentário