Ser feliz é uma profissão!

Há quanto tempo você não se sente livre e feliz?

Mesmo sabendo que ser feliz é um estado totalmente alterado por nós a qualquer momento, temos uma grande dificuldade em nos sentirmos assim, plenos, leves, felizes e de bem com a vida.Ser feliz e manter-se feliz é uma grande responsabilidade da qual estamos sempre entregando ao outro. A nossa felicidade é de nossa responsabilidade e não do outro ou de coisas ou posses externas.Estar em constante estado de felicidade é deixar o outro de lado, é não deixar os acontecimentos externos a nós alterarem o nosso estado de felicidade. É ser grato por nós mesmos por sermos apenas nós, dentro das nossas imperfeições fazendo o exercício de autoaceitação de que, sim, somos perfeitos e merecemos ser felizes dentro da nossa imperfeição.A felicidade só chega para quem se aceita e sabe que, mesmo sendo imperfeito, tem o direito de ser feliz. Você quer mesmo ser feliz?

Para ser feliz, você tem o desafio de desvincular-se de tudo que é externo a você. Isso mesmo! A verdadeira felicidade já mora dentro de nós e só pode ser acessada e ativada por nós mesmos!

Ser feliz traz à tona que somos nós os responsáveis pela felicidade e juntamente com ela vem à tona o seu outro lado: a infelicidade. Ninguém sabe verdadeiramente o que é ser feliz sem sentir o gosto amargo da infelicidade, da frustração.Ser feliz é tornar-se responsável pelos seus acertos e erros, é saber apreciar desde o mais simples gesto de afeição até a um grandioso desejo interno.  Ser feliz é ter total consciência que a nossa felicidade não está ligada ao externo e sim no interno. Dentro do nosso interior, nós temos a facilidade de entregar sempre esta responsabilidade ao que é externo, ao que está fora de nós, de culpar a nossa falta de felicidade ao outro ou a coisas que não conseguimos conquistar.A verdadeira FELICIDADE é largar tudo, é sentir dentro da alma, no íntimo do nosso ser que, sim, somos e podemos ser satisfeitos com nós mesmos, independentemente de nossos erros e acertos, é se autoaceitar e admitir que dentro de nossas imperfeições podemos melhorar, podemos nos motivar e modificar nosso estado e condição, é acreditar na vida, ser livre das amarras impostas pela sociedade, sem se moldar ao que é certo ou errado para o outro, mas, sim, agarrar-se àquilo que faz seu peito aquecer, que faz sua alma transbordar. Ser feliz é acreditar em nós mesmos, é dar o nosso melhor, no intuito de sermos melhores para nós e para nossa própria vida.

Liberte-se, seja feliz, pois ser uma pessoa feliz é ser original, é ser único é lembrar que somos únicos e exclusivos.A felicidade contagia quem vive neste estado pleno, quem se desamarra de tudo, quem se assume, é autêntico. Aqueles que querem verdadeiramente ser felizes deixam sua alma leve, esquecem os outros. Pare de esperar na fila da felicidade, ela já está aí do seu lado, olhe para ela, sorria e assuma-a! Largue o vício do sofrimento.

A vida é boa para quem faz a opção de ser feliz, mas para isso exige coragem, e nós sabemos disto, não é?

Nós temos a mania e o ensinamento enraizado de que os outros e a felicidade dos outros sempre devem vir em primeiro lugar. Devemos lutar contra isso, pois quem se coloca em primeiro lugar, descobre o seu verdadeiro valor na vida, sua autoestima se eleva e descobre que não estamos aqui para agradar os outros e, sim, para nos fazermos felizes.Felicidade é compartilhar com o outro, nunca o colocando nem acima e muito menos abaixo. Assumir a nossa felicidade é um gesto nobre com a vida que nos traz consequências de nos desamarrar de tudo aquilo que nos puxa para baixo, cega e limita. É ter consciência de que ela, a tal felicidade, pode ser passageira, mas o tempo e a estada são determinados apenas por nós mesmos. É tornar-se um polo positivo que por onde passar possa contagiar tudo e a todos e assim mudar a nossa história de vida e, quem sabe, aquecer o coração de outros, incentivando-os a viver neste estado de plena felicidade!Desafie-se a aceitar a si mesmo, mesmo dentro das suas imperfeições. Supere seus limites, pois você pode e deve ser feliz!

Felicidade é uma profissão! Que tal você enviar o seu currículo e se candidatar? Você corre apenas o risco de ficar com a vaga para o resto de sua vida e viver coisas maravilhosas!

Fonte: O Segredo

Comentários

Nenhum comentário foi publicado para este post. Seja o primeiro a comentar...